Planilhas, aplicativos, cadernos, por qual motivo a maioria das pessoas não conseguem dar continuidade e manter uma rotina?

Controle financeiro por planilhas, porque não consigo dar continuidade?

O meio do registro sem dúvidas é sempre um divisor de águas, visto que decidir fazer o seu controle financeiro por uma planilha sendo que você nunca utiliza planilhas no celular e quase não fica no computador fora do ambiente de trabalho já será um grande fator para contribuir o não preenchimento da mesma, ou seja, o meio do preenchimento precisa estar alinhado a sua realidade e rotina.

Contudo, esse não é o principal problema, mas sim a estrutura de dados em questão e a forma de leitura das informações.

O 1° passo é a clareza em relação ao seu propósito com os dados gerados

Muitos fogem do registro por não querer ver de verdade como estão lidando errado com o seu dinheiro e outros acreditam que já tem tudo sob controle e está tudo na cabeça não precisando assim do preenchimento. Mas, ter o registro dos dados é apenas a ponta do Iceberg, o que é mais importante é o que você fará com esses dados, qual é o seu propósito, que informações você deseja das suas finanças.

Exemplos de propósitos:

  • Acompanhar a sua movimentação financeira por área para saber onde pode economizar ou direcionar melhor o dinheiro;
  • Ter uma projeção clara das obrigações financeiras atuais para tomar decisões mais assertivas em suas compras futuras;
  • Identificar o valor de investimento mensal;
  • Controlar melhor o limite dos gastos;
  • Entre outros …

O 2° passo é a identificação do seu perfil

Cada pessoa é de um jeito e cada um possui um formato de leitura de dados diferente do outro, por esse motivo muitas pessoas não se adaptam a formas de controles genéricas e padrões pois acabam não se identificando com as informações e isso gera conflitos e desinteresse em manter o preenchimento dos dados. Ter um formato de registro personalizado para o seu orçamento, rotina e perfil é fundamental para manter os dados organizados e alinhados ao seu propósito.

Exemplos de conflitos:

  • Uma planilha ou app com muitas opções de receitas e despesas e a sua estrutura financeira enxuta faz com que fique a sensação de que falta algo. “É incrível, mas tem gente que aumenta o consumo após usar planilhas pois sente que está gastando pouco por visualizar que teria muito mais áreas para gastar dinheiro.” Relata Aline Rodrigues, consultora financeira.
  • Dados, gráficos e informação que não estão alinhadas com o seu foco e propósito de dados, tornando insatisfatório o registro, pois o mesmo não gera o dado desejado.

Construir o seu formato de registro de dados é fundamental para que seja satisfatório e prazeroso o hábito de projetar, registrar, acompanhar e gerenciar as finanças.

Pense nisso!

Colunista Aline Rodrigues

Aline Rodrigues

Investidora, empresária, consultora financeira pessoal e empresarial, instrutora em finanças e investimentos, fundadora da Franquia de Consultoria e Educação Financeira Finapse.

Anuncie aqui!
Anuncie aqui!

Receba nossas novidades

Inscreva-se! É bem fácil, basta preencher com as informações solicitadas.

    Nós não fazemos spam. Você pode cancelar a inscrição a qualquer momento.

    Quer ter sua matéria publicada aqui?

    Envie suas pautas para imprensa@tatianamaximo.com.br, que após aprovação, teremos prazer e colocá-la em nosso blog.

    Quer contratar nossos serviços?

    Sua marca ou evento pode estar sendo divulgado por nossa equipe ou pela própria Tati. Entre em contato com contato@tatianamaximo.com.br